Paolla Oliveira não se rende aos hatters e defende a liberdade de cuidar do próprio corpo

Foto: Reprodução/ Globo

Em uma entrevista exclusiva ao Fantástico, Paolla Oliveira, quebrou o silêncio sobre a incessante pressão que sofre em relação ao seu corpo e padrões de beleza.

No final de 2023, a atriz e rainha de bateria da Grande Rio compartilhou um vídeo em suas redes sociais, mostrando sua alegria durante um ensaio na escola de samba. No entanto, a alegria foi ofuscada por comentários negativos sobre seu corpo, peso e idade, demonstrando uma avaliação implacável.

A reviravolta de Paolla

Paolla Oliveira, uma figura que tradicionalmente se alinha com os padrões de beleza estabelecidos pela sociedade, optou por enfrentar essa pressão e levantar sua voz contra ela. Durante a entrevista conduzida por Ana Carolina Raimundi, ela compartilhou sua jornada de autodescoberta e empoderamento.

Paolla desabafou: “Você imagina, me arrumar, me sentir linda, vestir uma roupa maravilhosa e ir para o ensaio. No entanto, ao chegar lá, você é alvo de críticas e julgamentos implacáveis, o que faz você não querer retornar. Eu não estava me sentindo daquela maneira, estava me sentindo bem, feliz. Então, eu comecei a notar mulheres admirando minha atitude, e comecei a enxergar as críticas de uma perspectiva mais ampla. Eu respondo, eu argumento, eu faço vídeos. Sinto-me corajosa por estar fazendo isso. Mesmo reconhecendo meu privilégio como uma mulher branca, padrão e bem-sucedida, estou declarando: eles não me deixam em paz.”

Gatilho de pânico

Ao ser questionada sobre quem mais comenta sobre seu corpo, Paolla respondeu que agora a situação é diversificada, com um aumento no número de comentários vindos de homens. No entanto, ela destacou que o que mais a afeta são as críticas feitas por outras mulheres. Paolla enfatiza que em vez de julgar, ela busca entender essas mulheres e talvez até orientá-las a não minarem o movimento feminino. “Elas podem estar passando pela mesma experiência que você já passou, mesmo que você não perceba. Se olhar atentamente, verá que todas estamos muito próximas, sendo julgadas, objetificadas e diminuídas.”

Paolla, que pratica exercícios físicos há 20 anos por gosto pessoal, reforçou que não irá deixar de se cuidar ou fazer o que gosta. Ela também compartilhou sua jornada, mencionando que anteriormente as críticas a afetavam profundamente, causando-lhe até ataques de pânico. No entanto, o tempo e a provocação constante a motivaram a tomar uma posição.

Empoderamento e liberdade

Paolla encerrou a entrevista ressaltando que a questão fundamental é a liberdade de escolher como cuidar do próprio corpo e se apresentar ao mundo. Ela acredita que a discussão é sobre liberdade, liberdade de ter o corpo que se deseja e de se expressar como se deseja. “Se eu puder participar do carnaval sem me preocupar tanto, ficarei mais feliz”, conclui Paolla Oliveira.

Fonte: Ofuxico.com
Foto: Reprodução/ Globo